Resenha - A Mais Pura Verdade por Dan Gemeinhart

By | domingo, julho 26, 2015 Deixe o seu comentário

Título original: The Honest Truth

Editora: Novo Conceito

Número de páginas: 224

Ano de Lançamento: 2015

Onde comprar: Cultura | Saraiva | Amazon




     Com uma estrutura não muito convencional, alternando o foco da história em Mark e em sua família, com Mark contando a história dele e o narrador contando a da família, "A Mais Pura Verdade" nos conquista de uma forma que não tem como largar.

     Mark sai com seu cachorro com o objetivo de escalar o Monte Rainier deixando tudo o que ele tem para trás, devido a sua doença. Com apenas 100 páginas, o autor já conseguiu nos arrancar muitas emoções. Dentre elas, a tristeza, a curiosidade, a pena e até um pouco de alegria.

     O livro tem um clima e uma atmosfera mais pesada, algumas cenas são bem fortes, mas servem para mostrar realmente como é a realidade. Foi um livro muito gostoso de se ler, tem uma leitura rápida e simples, todavia isso não quer dizer que não tenha conteúdo, as lições presentes são para serem guardadas e utilizadas até o final da vida.

     Você realmente vive essa história e fiquei angustiado querendo saber qual rumo iria tomar e como seria o seu final. Durante toda a narrativa, marque vai falando várias coisas e afirma que são a mais oura verdade, e muitas delas, são mensagens importantes para todos os leitores, por isso se prepare para gastar muitos post-it nesse livro, marcando frases que são maravilhosas.

     Algo muito intrigante e que comprova que o autor realmente soube conduzir e escrever a história, é o fato de quando se passa na visão de Mark, você quer que ele consiga e que chegue aonde quer, ao mesmo tempo que quando está na visão dos pais, dá para sentir toda a angustia e preocupação que estão sentindo, torcendo para que encontrem logo Mark. A questão de amizade também é trabalhada durante o livro, mesmo Mark e Jessie estando longe um do outro, a amizade deles prevalece nas situações propostas ao longo da trama.

     Por último é importante destacar que é um livro altamente realista, fato que comprova são os altos e baixos de uma viagem, não apenas em uma viagem, mas na rua, em um condomínio, em qualquer lugar, que são as pessoas ruins e as pessoas boas. Pessoas que querem ajudar e pessoas que só querem te prejudicar. Foi o contraste de toda a narrativa.Tem um final que nos deixa com lágrimas e desespero até o último capítulo, não há descanso.

     É com muitas emoções que "A Mais Pura Verdade" nos mostra uma nova forma de ver a vida e perceber que apesar dos problemas, sempre existe alguém para de apoiar.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: