Análise - The 100 (1ª Temporada - Episódios 1 e 2)

By | domingo, fevereiro 08, 2015 Deixe o seu comentário


     Resolvi ver essa série totalmente no escuro, como geralmente faço, ou seja, descubro do que se trata, o que vai acontecer no momento exato que acontece e que estou vendo acontecer. É curta a primeira temporada e só tem 13 episódios com aproximadamente 42 minutos cada.

     O primeiro episódio é sempre aquele que nos apresenta todo o cenário onde está se passando a série e qual é a trama principal. Conhecemos Clarke, que é a protagonista da história e ela e mais 99 pessoas estão sendo mandados para a Terra. Pera, como assim? Vamos voltar um pouco a história.

     Houve uma guerra nuclear na Terra e destruiu tudo o que existia, até a humanidade. Os sobreviventes, passaram a viver na "Arca", uma estação espacial onde os abriga até a Terra estar completamente habitável. Esses jovens são mandados pra lá com esse intuito, sobreviver, saber se podem voltar para a Terra e se é um lugar seguro.


     Assim como os personagens, nós também ficamos um pouco maravilhados com essa nova Terra, pois apesar de ter bastante semelhanças, tem coisas que não existem e você fica maravilhado com isso. Ao mesmo tempo em que acontece a história na Terra, também temos a visão diretamente da Arca. O que na minha opinião, foi fantástico para se perceber o que alguns atos podem causar em um outro lugar.

     Esses jovens pareceram aprender coisas sobre o que iriam encontrar lá. Mas nem tudo é verdade, e eles estão descobrindo que maravilhas e perigos estão presentes nesse universo novo. O final desse episódio é de arrancar os cabelos, um final desesperador que te faz ir correndo ver o próximo e saber o que vai acontecer com os personagens.

     Uma coisa que me impressionou muito foi como eles conseguiram criar uma personagem que as pessoas amassem em 5 minutos, a mãe da Clarke é uma pessoa que transborda positividade e provavelmente será a solução para todos não desistirem da Terra. Foi tensão o tempo todo, tanto na Arca quanto na Terra, e acabamos sabendo que existem muito mais coisa por trás desse envio das 100 pessoas.

   
     No segundo episódio, estão atrás daquilo que perderam no primeiro e organizam uma busca para encontrar. Na Arca, as coisas não estão indo muito bem, as pessoas estão se perguntando o por que de terem mandado uma nave para a Terra e os lideres começam a discutir a questão de diminuir ou não a população naquele local.

     A comida é uma questão que está me deixando curioso nessa série. Apesar de terem saído para procurar os mantimentos no primeiro episódio, voltaram sem nada. A questão é: o que eles comem?
Não é possível que um animal consiga alimentar 100 pessoas por dias.

     Estou começando a gostar de alguns personagens que não gostava no princípio, estou vendo um lado deles que não estava vendo antes. Todos aqueles que são considerados "importantes" na série, tem uma história ou sobre o seu passado ou que aconteceu no presente que abala os sentimentos dessa pessoa.


      Clarke está se tornando uma líder dentro deles, não a visão de uma na frente dos outros, mas sim em suas atitudes. Romances começaram a fazer parte da série, nos são apresentados alguns casais que poderão vir a ser um problema aos envolvidos.

     Em comparação ao outro, foi um episódio mais parado, não nos mostrou tantas surpresas e emoções quanto era esperado. Podemos dizer que foi um episódio onde eu esperava mais. Sinceramente, eles iam entrar no território dos seres que raptaram o Jasper, esperava pelo menos um pouco de ação nisso. Mas pode ser que nem tudo que parece é, o que me faz suspeitar que talvez esses seres não sejam nada demais, apenas amigos.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: